COLUNA DE 3 DE MARÇO

Um março para esquecer

Ontem, com a mensagem "Pra quem fica, tchau!", o jornal Comarca de Garça, fundado em maio de 1935, anunciou o fim de suas atividades. Segundo o editor, Antônio Augusto Ávila Castro, o fechamento se deve à desistência de alguns dos principais colaboradores em continuar participando da edição diária. Na véspera, forte tempestade inundou ruas e arrastou carros.

Ano de 10 meses

Somente ontem, 2 de março, é que recebi a agenda 2018 da Apeoesp, sindicato dos professores do ensino estadual. E não há como responsabilizar, integramente, o decadente serviço dos Correios, porque a correspondência do sindicato só foi postada só em 8 de fevereiro.

Quase 50 anos

Sou associado da Apeoesp, desde o século passado. Inclusive, fui coordenador da entidade por curto período, nos anos 1970. A subsede havia sido montada numa acanhada sala de um sobrado na avenida Presidente Roosevelt, ao lado da então alfaiataria do Yoshiharu Simodo. Hoje, a associação, graças ao eficiente trabalho do professor Ronaldi Torelli e de seus colaboradores, possui amplo escritório central e um clube de campo de fazer inveja a poderosas associações de todo o estado.

Desalento e frustração

Não foi só a demora na entrega da agenda que entristeceu o longevo associado. O sindicato também não tem informado sobre o andamento de processos. E, quando o faz, não dá sequência aos dados. No começo do ano passado, uma funcionária telefonou e disse que eu havia vencido uma das ações e receberia o dinheiro em seis meses. Mais de um ano se passou e, até agora, não pingou um tostão na minha conta.  

Gente maldosa

Dizem que um grupo de soldados que se encontram no Rio, integrando as forças de segurança, foram punidos. É que eles estariam portando armamentos de uso exclusivo dos traficantes.

Valdir Andrêo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLUNA DE 10 DE MARÇO

COLUNA DE 27 DE MARÇO

COLUNA DE 20 DE MARÇO